Mais de 60% dos portugueses apostam em jogos de sorte

por

Que os jogos de sorte são dos preferidos dos portugueses já era do conhecimento geral, mas a verdade é que até agora era impossível apontar um número exacto de fãs. Foi precisamente para dar resposta a esta pergunta que o Marktest foi investigar e, para além desta, obteve ainda outras respostas bastante interessantes.

Posto isto, o estudo revelou que mais de 60% (mais precisamente 63,6%) da população entre os 15 e os 64 anos apostou em jogos da sorte nos últimos 12 meses, o que significa algo como 5,4 milhões de apostadores portugueses. Porém, as curiosidades não ficam por aqui uma vez que o estudo TGI (Target Group Index) da Marktest mostra ainda que não há distinção entre as regiões do país ou entre as classes sociais, apesar de ser possível apontar uma janela de idades na qual este tipo de aposta é mais comum. Assim, os jovens entre os 15 e os 34 anos são os mais cépticos no que toca a jogos de sorte, visto que só 49% aposta neles, enquanto o grupo dos mais velhos (entre os 35 e os 64 anos) é o que agrega o maior número de jogadores, mais de 69%. Além disto, de todas as mulheres inquiridas 60,3% dizem apostar, enquanto nos homens este valor é mais alto, com 67,2%.

Em relação aos jogos, o estudo vem confirmar o que já tínhamos dito, uma vez que os mais populares são o Euromilhões, as raspadinhas, o Placard e o Totoloto.